Mudar para continuar igual

Para quem não consegue lembrar ou que não era vivo nessa época, até meados da década de 1960 a missa era bem diferente do que é agora. Não havia participação de grupos de músicas, o padre celebrava de costas para a assembleia e em latim. As mudanças de rito abalaram a forma como a Igreja se inseria no mundo e iniciaram a partir da realização do Concílio Vaticano II (1962-1965), a maior reunião religiosa do século XX.

Pode me Chamar de Francisco: o Papa e a devoção à Nossa Senhora Desatadora dos Nós

Em meio a neve na Alemanha, Jorge Mario Bergoglio entra em um templo para rezar. O padre argentino estudante de Teologia buscou o refúgio da solidão em Augsburgo na igreja. Assim que entra, algo familiar lhe enche os ouvidos, uma Ave-Maria em espanhol. O jesuíta encontra uma venezuelana invocando a Virgem Desatadora dos Nós. De uma simples conversa entre dois latino-americanos em terras europeias retratada na série nasceu a marcante devoção do Papa Francisco.

Mensagem de Páscoa do Papa Francisco: O Senhor da vida não nos encontre frios e indiferentes

Neste Domingo de Páscoa (21), o Papa Francisco presidiu a solene missa da Ressurreição e, em seguida, o Pontífice concedeu aos fiéis na Praça São Pedro e a todo o mundo a tradicional bênção Urbi et Orbi. Comovido e preocupado com a violência e os conflitos ao redor do mundo o Santo Padre falou da sacada da basílica papal: "Perante os inúmeros sofrimentos do nosso tempo, o Senhor da vida não nos encontre frios e indiferentes. Faça de nós construtores de pontes, não de muros".

Pode me chamar de Francisco: Os cardeais da série: Aramburu, Quarracino e Bergoglio

A série original Netflix Pode me chamar de Francisco sobre a vida do primeiro papa latino americano apresenta em sua trama três cardeais. São os arcebispos de Buenos Aires Juan Carlos Aramburu, Antonio Quarracino e Jorge Mario Bergoglio, o protagonista da série. Durante as cenas do Conclave outros cardeais também aparecem, mas são apenas figurantes na história.

A imagem é a capa do livro Os judeus do papa. Traz escrito na parte superior além do título em dourado em um caixa preta emoldurada do mesmo dourado "O plano secreto do Vaticano para salvar os judeus das mãos dos nazistas". Acima o nome do autor Gordon Thomas em preto. Abaixo desses escritos uma foto montagem em tons de cinza do Papa Pio XII com os rostos de crianças em campos de concentração estampados em sua roupas.

Resenha: Os Judeus do Papa, de Gordon Thomas

JUSTIÇA FEITA AO PAPA PACELLI | Não são por acaso os prêmios e o reconhecimento de 45 milhões de livros vendidos de Gordon Thomas. Seu trabalho investigativo se apresenta em um texto de clareza e objetividade impecáveis em Os Judeus do Papa. O autor britânico descreve com precisão, sem adjetivações, mesmo diante de fatos extremos … Continue lendo Resenha: Os Judeus do Papa, de Gordon Thomas

As viagens dos papas ao Brasil

UM SÓ BRASIL E MUITOS PAPAS EM SUA HISTÓRIA Quantas vezes os papas estiveram no Brasil? Em uma pesquisa inicial, o resultado é de cinco viagens papais realizadas por três pontífices. No entanto, as terras brasileiras acolheram cinco papas em 11 ocasiões diferentes. A divergência nos números é por causa do objetivo da passagem e … Continue lendo As viagens dos papas ao Brasil

Resenha: Paulo VI: um papa em meio a tempestade

O RETRATO DE UM PAPA HUMANO | O filme retrata a vida de Giovanni Battista Enrico Antonio Maria Montini, filho de tradicional família italiana, que se tornou o papa Paulo VI. Um papa em meio à tempestade de seu contexto histórico, mas também acometido pelas tormentas internas e pessoais, característica marcante em personalidades revolucionárias como … Continue lendo Resenha: Paulo VI: um papa em meio a tempestade