Mudar para continuar igual

Para quem não consegue lembrar ou que não era vivo nessa época, até meados da década de 1960 a missa era bem diferente do que é agora. Não havia participação de grupos de músicas, o padre celebrava de costas para a assembleia e em latim. As mudanças de rito abalaram a forma como a Igreja se inseria no mundo e iniciaram a partir da realização do Concílio Vaticano II (1962-1965), a maior reunião religiosa do século XX.

Francisco cria a Fundação Papa João Paulo I

O Papa Francisco instituiu a Fundação Vaticana João Paulo I. Quarenta e dois anos após o breve pontificado de 33 dias, o italiano Albino Luciani é lembrado por Francisco ao formar uma fundação para estudos, aprofundamento do Magistério e promoção da figura e seus ensinamentos. Essa é mais uma evidente característica que une Luciani a Bergoglio, dois Papas com desejo reformista de inspiração no Concílio Vaticano II.

Papas e as pestes, pragas, epidemias e pandemias na história: Peste Negra

Clemente VI se protegeu e salvou judeus da perseguição injusta | A série de textos sobre a relação dos Papas e da Igreja com as epidemias e pandemias da história chega a mais devastadora de todas as pragas. A Peste Negra fez com que um Papa tomasse medidas específicas para se proteger da infecção.

Papas e as pestes, pragas, epidemias e pandemias na história: Peste de Cipriano

Cipriano: o bispo católico que deu nome a uma praga | A pandemia de Coronavírus abala todo o mundo e alterou a prática religiosa das pessoas. Líderes em todo o mundo se mobilizam de diferentes formas diante da crise humanitária e o Papa Francisco ganhou destaque por sua prudência e postura. O Olhar Vaticano traz uma série de textos sobre diversas epidemias e pandemias na história da Igreja e da humanidade e a relação dos Papas com essas pragas e pestes.

Papas e as pestes, pragas, epidemias e pandemias na história: Peste Antonina

A pandemia de coronavírus COVID-19 afeta a todo o mundo e fez com que missas, procissões e demais atividades religiosas e pastorais fossem suspensas ou alteradas. No contexto político e religioso, o Papa Francisco se destaca com seu profetismo e liderança por meio de gestos de coragem e manutenção do isolamento social e de palavras de ânimo e conforto. Mas esta não é a primeira pandemia, nem epidemia a assolar Roma e o globo.

Resenha: Papa João Paulo I: carisma e mistério, de Gian Pietro Bontempi

Um livro escrito por quem conheceu Albino Luciani e viveu na Itália durante o período de seu breve pontificado e sua misteriosa morte. Gian Pietro Bontempi mora hoje no Brasil, mas teve a coragem de elucidar e reunir uma série de questionamentos e teorias sobre João Paulo I, o homem que mesmo em tão pouco tempo pode ser considerado o Papa mais carismático da modernidade.

Resenha: Dois Papas, filme original Netflix

Uma criativa caricatura entre dois Papas contemporâneos | Dois Papas (The Two Popes), filme original da Netflix, aproveita um dos fatos mais ricos da história recente da Igreja Católica. A coexistência de um Pontífice emérito com o atual e convivência pacífica e harmoniosa entre os dois bispos de Roma. Algo inédito no papado.

Pode me Chamar de Francisco e Dois Papas

Duas obras aclamadas pela crítica, Dois Papas e Pode me Chamar de Francisco, focam em dois períodos distintos da vida de Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco. Disponibilizadas no Brasil pela Netflix, tanto o filme quanto a série abordam o período de discernimento vocacional do jovem argentino e sua passagem como superior provincial dos Jesuítas. … Continue lendo Pode me Chamar de Francisco e Dois Papas

A imagem é um recorte da capa do livro com a imagem do Papa Francisco sorrindo e acenando com a mão direita. A baixo está escrito o título do livro "Francisco o papa dos humildes"

Resenha: Francisco, o Papa dos humildes, de Andreas Englisch

O crepúsculo de Bento e a aurora de Francisco O livro sobre o Papa Francisco é uma continuação de O homem que não queria ser Papa, focado no Papa Emérito Bento XVI. Ambos escritos por Andreas Englisch, um dos mais talentosos vaticanistas por aliar um vasto trabalho de pesquisa e investigação jornalística a um texto … Continue lendo Resenha: Francisco, o Papa dos humildes, de Andreas Englisch

A foto mostra dom Rafael em entrevista.

Entrevista com Dom Rafael Biernaski, bispo de Blumenau

Um olhar sobre o Vaticano, a Cúria Romana e os papas João Paulo II, Bento XVI e Francisco | Dom Rafael Biernaski viveu grande parte de sua vida em Roma. De estudante de teologia na década de 1980, o então sacerdote se torna oficial da Congregação para os Bispos, importante dicastério da Cúria Romana responsável pela nomeação e transferências de prelados em todo o mundo. Fui até Blumenau para saber um pouco mais da vida e da visão deste homem marcado pelo serviço no Vaticano. Com as fotos de Isabela Corrêa, neste primeiro trecho da entrevista o bispo da Diocese de Blumenau deixa a sua visão sobre os Papas João Paulo II, Bento XVI do qual foi colaborador e do atual Papa Francisco. A definição da Cúria Romana e de seus serviços são revelados com a inteligência e sutileza características de Dom Rafael.