Resenha: Jesus de Nazaré, de Joseph Ratzinger

Estamos no ano de 2007 e o Papa Bento XVI surpreende o mundo ao publicar uma coletânea de livros sobre Jesus de Nazaré. A surpresa se encontra logo na capa, onde se lê Joseph Ratzinger e não Sua Santidade Bento XVI. Podemos afirmar que isso é no mínimo incomum.

Resenha: Papa João Paulo I: carisma e mistério, de Gian Pietro Bontempi

Um livro escrito por quem conheceu Albino Luciani e viveu na Itália durante o período de seu breve pontificado e sua misteriosa morte. Gian Pietro Bontempi mora hoje no Brasil, mas teve a coragem de elucidar e reunir uma série de questionamentos e teorias sobre João Paulo I, o homem que mesmo em tão pouco tempo pode ser considerado o Papa mais carismático da modernidade.

Resenha: Dois Papas, filme original Netflix

Uma criativa caricatura entre dois Papas contemporâneos | Dois Papas (The Two Popes), filme original da Netflix, aproveita um dos fatos mais ricos da história recente da Igreja Católica. A coexistência de um Pontífice emérito com o atual e convivência pacífica e harmoniosa entre os dois bispos de Roma. Algo inédito no papado.

Pode me Chamar de Francisco e Dois Papas

Duas obras aclamadas pela crítica, Dois Papas e Pode me Chamar de Francisco, focam em dois períodos distintos da vida de Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco. Disponibilizadas no Brasil pela Netflix, tanto o filme quanto a série abordam o período de discernimento vocacional do jovem argentino e sua passagem como superior provincial dos Jesuítas. … Continue lendo Pode me Chamar de Francisco e Dois Papas

A foto mostra o então cardeal e arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio, com padre Pepe um dos líderes do movimento curas villeros., os padres das favelas argentinas

Pode me chamar de Francisco: os padres das favelas

Os Curas Villeros, ou Padres das Favelas é um grupo de sacerdotes argentinos comprometidos com o trabalho pastoral nas periferias. Esses padres aparecem em duas ocasiões na série Pode me Chamar de Francisco, trama biográfica de Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco.

A imagem é um recorte da capa do livro com a imagem do Papa Francisco sorrindo e acenando com a mão direita. A baixo está escrito o título do livro "Francisco o papa dos humildes"

Resenha: Francisco, o Papa dos humildes, de Andreas Englisch

O crepúsculo de Bento e a aurora de Francisco O livro sobre o Papa Francisco é uma continuação de O homem que não queria ser Papa, focado no Papa Emérito Bento XVI. Ambos escritos por Andreas Englisch, um dos mais talentosos vaticanistas por aliar um vasto trabalho de pesquisa e investigação jornalística a um texto … Continue lendo Resenha: Francisco, o Papa dos humildes, de Andreas Englisch

Pode me Chamar de Francisco: General Pedro Arrupe, o superior dos Jesuítas

Vigésimo sétimo sucessor de Santo Inácio de Loyola, o padre Pedro Arrupe foi o Superior Geral da Companhia de Jesus de 1965 a 1983. Apresentado na série Pode me Chamar de Francisco como General Arrupe, o sacerdote espanhol escolhe o jovem Jorge Mario Bergoglio para ser o Superior Provincial dos Jesuítas na Argentina e Uruguai entre 31 de julho de 1973 e 8 de dezembro de 1979.

Pode me Chamar de Francisco: bispos, padres e religiosos perseguidos na ditadura argentina

Enrique Angelelli, Franzs Jalics e Orlando Yorio são os três perseguidos pela ditadura militar argentina destacados na série Pode em Chamar de Francisco. Eles são apenas três personagens ligados a Jorge Mario Bergoglio e simbolizam uma infinidade de bispos, padres, religiosos e leigos católicos vítimas do regime ditatorial imposto na Argentina entre os anos de 1976 e 1981. Sob o golpe do general Jorge Videla, mais 30 mil pessoas foram mortas e milhares de torturados e desaparecidos.