A imagem é um recorte da capa do livro com a imagem do Papa Francisco sorrindo e acenando com a mão direita. A baixo está escrito o título do livro "Francisco o papa dos humildes"

Resenha: Francisco, o Papa dos humildes, de Andreas Englisch

O crepúsculo de Bento e a aurora de Francisco O livro sobre o Papa Francisco é uma continuação de O homem que não queria ser Papa, focado no Papa Emérito Bento XVI. Ambos escritos por Andreas Englisch, um dos mais talentosos vaticanistas por aliar um vasto trabalho de pesquisa e investigação jornalística a um texto … Continue lendo Resenha: Francisco, o Papa dos humildes, de Andreas Englisch

Pode me Chamar de Francisco: Mães da Praça de Maio

Os primeiros passos da Associação Mães da Praça de Maio (Madres de Plaza de Mayo) são retratadas na série Pode me Chamar de Francisco quando a ex-chefe e amiga de Bergoglio Esther Ballestrino perde sua filha Ana María Careaga. A química passa a se encontrar com mães vítimas da Ditadura Argentina. Esses primeiros encontros são … Continue lendo Pode me Chamar de Francisco: Mães da Praça de Maio

Papa reza pelo fim dos incêndios na Amazônia

O Papa Francisco manifestou sua preocupação com os incêndios na Amazônia. No Angelus deste domingo (25), o Santo Padre falou aos fiéis na Praça São Pedro sobre as catástrofes na floresta sul-americana e também refletiu com os fiéis sobre o evangelho do dia.

Continuação: Entrevista com Dom Guilherme Werlang, bispo de Lages

Um olhar sobre sobre os pontificados de João Paulo, Bento e Francisco e a Reforma na Igreja | Os Santos Padres e a reforma da Cúria Romana e da Igreja são os assuntos da segunda parte da entrevista com dom Guilherme Antônio Werlang. Neste trecho, o bispo de Lages apresenta a continuação do Magistério da Igreja e dos preceitos do Concílio Vaticano II através dos pontificados de São João Paulo II, Bento XVI e Francisco. Dom Guilherme também fala da necessidade e importância da reforma da Cúria, de sua continuidade e da formação dos sacerdotes.

Na foto Dom Guilherme está sentado à mesa com os braços cruzados sobre ela. Ele olha em diagonal para a frente. Atrás dele, na parede, estão os quadros de seus antecessores.

Entrevista com Dom Guilherme Werlang, bispo de Lages

Um olhar em defesa da CNBB e sobre a Diocese de Lages | Dom Guilherme Antônio Werlang é o bispo mais recente em Santa Catarina, há pouco mais de um ano em Lages. Viveu grande parte de seu ministério sacerdotal e episcopal no Rio Grande do Sul e Goiás. O catarinense de São Carlos exerceu cargos de grande importância na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) como a presidência da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz. Em entrevista exclusiva para o Olhar Vaticano, Dom Guilherme fala de sua diocese, da possibilidade de criar uma nova arquidiocese no estado e, em especial, do Sínodo Pan-Amazônico, rebate todas as críticas lançadas à CNBB. Concedida na Cúria Diocesana de Lages, a entrevista aconteceu em 23 de maio de 2019, dia dos primeiros protestos nacionais contra os cortes de verbas no Ministério da Educação do governo Bolsonaro - um dos críticos citados pelo bispo.