Sínodo Pan-Amazônico é o novo desafio de Francisco para a condução da Igreja

Dono de grande carisma, o Papa Francisco parece passar pela sua primeira crise de imagem popular. O Sínodo Pan-Amazônico atrai a atenção dos católicos sobre o tema e deixa o Pontífice em maus lençóis. Instigados pelas redes sociais que levaram Bolsonaro ao Palácio do Planalto, os fiéis brasileiros passaram a enxergar o encontro sinodal como um evento político.

Igreja aguarda reforma da Cúria e Papa age com cautela

Esperada para o último sábado (29), a publicação da Constituição Apostólica Praedicate Evangelium (Proclamar o Evangelho) ficou para mais tarde. O dia foi marcado pela tradicional e solene liturgia de São Pedro e São Paulo, mas se tornou 'comum' para quem esperava a Reforma da Cúria Romana. As últimas notícias são de que o C6, grupo de cardeais responsáveis pela reforma, entregaram a redação final do texto no sábado, após revisões e alterações solicitadas por especialistas.

Reforma da Cúria se aproxima e grupos conservadores contra-atacam

Dada como certa, a Reforma da Cúria Romana proposta pelo Papa Francisco causa temor na estrutura interna do Vaticano e grupos tradicionalistas e conservadores se armam contra o reformador em quanto ainda há tempo. A tentativa, talvez, é de protelar as mudanças ou descreditá-las. O fato é que não há como barrar o curso de um rio com sua nascente nas congregações anteriores ao Conclave que elegeu Bergoglio. Assim também, não parece possível que os maiores defensores da infalibilidade papal nos tempos de Bento XVI consigam agora desacreditar um papa forte. As atitudes dos opositores parecem choro de crianças mimadas.