Principais pontos do Documento Final do Sínodo da Amazônia

Em meio a todas polêmicas e movimentos de apoio e protestos, o Sínodo Pan-Amazônico chegou ao fim em 27 de outubro, no Vaticano. O encontro reuniu cardeais, bispos, padres, religiosos, religiosas e especialistas com o Papa Francisco para debaterem sobre a atuação da Igreja Católica na região. O Documento Final do Sínodo da Amazônia confirmou diversas ideias levantadas pela Instrumento de Trabalho. Entre elas se destaca a possibilidade de um novo ministério para celebrar a eucaristia e da criação de um rito amazônico; o protagonismo feminino; e os esforços de ecumenismo e diálogo interreligioso.

Sínodo Pan Amazônico: Francisco combate o fogo com fogo na missa de abertura

O Papa Francisco abriu o Sínodo Pan Amazônico neste domingo (06), em uma missa solene na Basílica São Pedro. O Pontífice demonstrou toda sua habilidade ao evocar o Espírito Santo e sobrepor seu fogo e sua ação aos interesses conflitantes na região. Contra o fogo da devastação, Francisco clamou o fogo espiritual que queima sem destruir.

O Sínodo e a evangelização podem interferir na preservação da Amazônia?

O Sínodo Pan-Amazônico reunirá cardeais, bispos, padres e especialistas de todo o mundo para discutir a atuação da Igreja Católica na região da maior floresta tropical do mundo. O encontro convocado pelo Papa Francisco acontecerá no Vaticano entre os dias 6 e 27 de outubro e recebe a atenção da imprensa internacional, de políticos, prelados e fiéis.