Continuação: Entrevista com Dom Wilson Jönck, Arcebispo da Arquidiocese de Florianópolis

Um Olhar sobre o Papa Francisco e as reformas na Igreja Católica | Nesta segunda parte da entrevista, Dom Wilson Jönck, Arcebispo da Arquidiocese de Florianópolis, fala sobre Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, suas reformas na Igreja e os reflexos dessas mudanças na igreja arquidiocesana. Também comenta sobre homossexualidade, casais divorciados, a formação sacerdotal e os desafios da evangelização. Esta entrevista é uma continuação de Um Olhar sobre os Papas Bento e João Paulo e sobre a Igreja Arquidiocesana e em Santa Catarina.

O bispo está de camisa de clerygman cinza e cruz peitoral sentado à mesa. Ele olha para a esquerda com as mãos abertas enquanto fala. Ao fundo uma janela deixa entrar a luz na sala de reuniões.

Entrevista com Dom Wilson Jönck, Arcebispo da Arquidiocese de Florianópolis

Um Olhar sobre os Papas Bento e João Paulo e sobre a Igreja Arquidiocesana e em Santa Catarina | Conseguir um horário na agenda de um médico especialista pode exigir empenho e um tempo de espera. O que não imaginar da agenda de um arcebispo? Para marcar esta entrevista, aproveitei a vinda de Dom Wilson para Itajaí. Ele veio empossar o novo pároco de São Pedro, na Itaipava, padre Iseldo Scherer. Antes mesmo da missa começar, abordei nosso bispo na porta da igreja. Com sua característica sutileza, ele me ouviu e pediu gentilmente que eu ligasse para a Cúria na segunda-feira. Em menos de um mês, eu entrevistava e a Bruna Bertoldo fotografava o Arcebispo da Arquidiocese de Florianópolis na sala de reuniões da Cúria Metropolitana na capital do estado.

A imagem tem os apresentadores Luis Turatti do Anuncia-me de laranja à esquerda e à direita Thiago Caminada do Olhar Vaticano de preto. No centro está a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Olhar Anuncia-me: uma resposta urgente da Igreja aos casos de abuso e pedofilia

O segundo vídeo da parceria entre Olhar Vaticano a Anuncia-me vai direto em um assunto delicado para a Igreja Católica e para os fiéis. Depois de tratar da Jornada Mundial da Juventude no Panamá, o assunto foi outro encontro: A Proteção dos Menores na Igreja. O encontro reuniu 190 participantes entre cardeais, bispos representantes das conferências episcopais de cada país, além de funcionários da Cúria Romana, convidados e o Papa Francisco. Idealizado preparado pelo Sumo Pontífice, o evento aconteceu no Vaticano entre os dias 21 e 24 de fevereiro, com depoimentos, conferências, discussões, celebração penitencial e concluiu com a missa.

Igreja deve ouvir, tutelar, proteger e tratar os menores abusados, afirma Francisco no encerramento do encontro

Este domingo (24) marcou o fim do encontro A Proteção dos Menores na Igreja, no Vaticano. O Papa Francisco presidiu uma missa com os participantes do encontro na Sala Régia e depois se dirigiu aos fiéis peregrinos na praça São Pedro para a oração do Angelus.

Fortes declarações e diretrizes marcam o primeiro dia do encontro de proteção aos menores

Papa Francisco, fiéis vítimas dos abusos e bispos falaram aos participantes nesta quinta-feira (21) | O Papa Francisco abriu o encontro A Proteção dos Menores na Igreja, nesta quinta-feira (21), na nova sala do Sínodo dos Bispos no Vaticano. "O santo povo de Deus nos observa", disse o Pontífice em forte alusão à necessidade de maior transparência na Igreja para conduzir as denúncias e casos de pedofilia.

Pode me chamar de Francisco: Os cardeais da série: Aramburu, Quarracino e Bergoglio

A série original Netflix Pode me chamar de Francisco sobre a vida do primeiro papa latino americano apresenta em sua trama três cardeais. São os arcebispos de Buenos Aires Juan Carlos Aramburu, Antonio Quarracino e Jorge Mario Bergoglio, o protagonista da série. Durante as cenas do Conclave outros cardeais também aparecem, mas são apenas figurantes na história.

Bispos de todo o mundo se reúnem para encontrar respostas e soluções aos casos de pedofilia na Igreja

Encontro será de quinta (21) a domingo (24) no Vaticano | A sala do Sínodo dos Bispos, no Vaticano, será palco do histórico encontro A Proteção dos Menores na Igreja, a partir desta quinta-feira (21). O evento tratará dos escândalos de pedofilia relacionados aos padres e bispos católicos. Para o Papa Francisco, este será um momento crucial de seu pontificado no qual irá enfrentar um de seus grandes desafios junto com a Reforma da Cúria e as contas do Vaticano.

Papa Francisco critica nacionalismos conflituais e confessa: “gosto muito de fazer a Via-Sacra”

O Papa Francisco retornou a sua rotina de audiências públicas, nesta quarta-feira (30), na Sala Paulo VI. E o tema de hoje foi a viagem apostólica ao Panamá e a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). O argentino falou das celebrações presididas por ele, do entusiasmo dos jovens e confessou seu gosto por rezar a via-sacra. … Continue lendo Papa Francisco critica nacionalismos conflituais e confessa: “gosto muito de fazer a Via-Sacra”

Francisco no Panamá: Um pastor em meio aos pastores

O Papa Francisco já está no Panamá para a Jornada Mundial da Juventude. Na quarta-feira (23), o Pontífice foi recebido no aeroporto Tocumen com honras de chefe de Estado. No entanto, os primeiros compromissos oficiais foram na manhã desta quinta-feira (24) com o presidente panamenho Juan Carlos Varela com autoridades, corpo diplomático e representantes da … Continue lendo Francisco no Panamá: Um pastor em meio aos pastores

Francisco, os casais divorciados e o Sínodo da Família

Na última Catequese com o Papa, 5 de agosto, Francisco escolheu um assunto delicado sobre as famílias, especialmente para a Igreja: casais divorciados em segunda união. Disse querer tratar de "como ocupar-nos daqueles que, depois do fracasso irreversível do seu vínculo matrimonial, empreenderam uma nova união." A mensagem rapidamente repercutiu nos veículos de comunicação em todo o … Continue lendo Francisco, os casais divorciados e o Sínodo da Família