Resenha: Papa João Paulo I: carisma e mistério, de Gian Pietro Bontempi

Um livro escrito por quem conheceu Albino Luciani e viveu na Itália durante o período de seu breve pontificado e sua misteriosa morte. Gian Pietro Bontempi mora hoje no Brasil, mas teve a coragem de elucidar e reunir uma série de questionamentos e teorias sobre João Paulo I, o homem que mesmo em tão pouco tempo pode ser considerado o Papa mais carismático da modernidade.

A imagem mostra o ator Darío Grandinetti interpretando o cardeal Jorge Bergoglio.

Resenha: Papa Francisco: conquistando corações

Francisco, um homem de acolhida | Jorge Bergoglio, o Papa Francisco, é apresentado no filme argentino em todos os seus aspectos de singularidade e carisma. Sua dedicação às pessoas, seu modo simples de ser e agir, sua simpatia são destacados na trama com elementos delicados como no caso do lavar as próprias roupas enquanto está hospedado em Roma. Todos as características mostradas de forma incisiva em Pode me chamar de Francisco, são divulgadas com apelo mais sentimental em Papa Francisco: conquistando corações.

A imagem mostra contrapostas as capas da edição argentina e da edição brasileira do livro.

Resenha: O Papa Francisco: conversas com Jorge Bergoglio, de Sergio Rubin e Francesca Ambrogetti

Uma entrevista com o “padre Jorge” | Existem pessoas que, mesmo ao se esforçar para o contrário, acabam em evidência diante de determinadas situações históricas e sociais. Essa é uma característica dos grandes líderes. A incomparável nobreza com que vivem e compreendem a vida, fazem com que essas pessoas sejam maiores que seus cargos e seus ideais maiores que a si mesmos. Assim é Jorge Mario Bergoglio, o papa Francisco, personagem retratado na entrevista biográfica publicada pelos argentinos Sergio Rubin e Francesca Ambrogetti.