Resenha: Jesus de Nazaré, de Joseph Ratzinger

Quando Bento XVI lança um livro de Ratzinger

Estamos no ano de 2007 e o Papa Bento XVI surpreende o mundo ao publicar uma coletânea de livros sobre Jesus de Nazaré. A surpresa se encontra logo na capa, onde se lê Joseph Ratzinger e não Sua Santidade Bento XVI. Podemos afirmar que isso é no mínimo incomum.

O Jesus Histórico
A obra tem como objetivo apresentar aos leitores uma abordagem acerca do Jesus histórico. Segundo Ratzinger: “Ela (A bíblia) não narra a história com símbolo que se situa acima de verdades históricas, mas fundamenta-se sobre a história, que tem de acontecer sobre o chão desta terra”. Jesus — o dos Evangelhos — é uma figura racional e manifestada como histórica.

A nossa escuta do Jesus mostrou-nos que o mistério da sua unidade com o Pai está sempre presente e tudo determina, mas permanece no entanto escondido sob a sua humanidade. Observavam-no com atenção, por um lado, os seus adversários. E, por outro, os discípulos, que estiveram com Jesus enquanto rezava, que interiormente podiam estar perto d’Ele, e que, apesar de todas as dificuldades de  compreensão, começaram a conhecer em grandes momentos e de um modo quase imediato este acontecimento inaudito.

É bíblica?
Claro que a obra parte dos Evangelhos. Ratzinger pontua que sua escrita parte do Concílio e da exegese (interpretação bíblica) apresentada pela Igreja. Ao acolher esses elementos, o atual Papa Emérico quis representar o Jesus dos Evangelhos como o Jesus real, como o “Jesus histórico” no sentido autêntico.

Por que não Bento XVI?
Os primeiros trabalhos da construção desse livro se deram em 2003 quando ainda era prefeito da Congregação para a Doutrina da fé. Com sua eleição para bispo de Roma os trabalhos reduziram a velocidade mas continuaram a ser feitos em momentos livres do pontífice. Devido a sua avançada idade, Ratzinger optou por publicar os livros conforme ele fora terminando de escrever e não mais quando sua obra estivera acabada.

Posso contradizer o Papa?
É importante salientar que este livro não vem “da cátedra de Pedro”, ou seja, não é um ato magistral, mas unicamente expressão da sua procura pessoal “do rosto do Senhor” (ao citar o Salmo 27). Ratzinger pede que o contradigam se assim acharem necessário pede apenas “aos leitores um adiantamento de simpatia, sem o qual não há nenhuma compreensão”.

O livro
O ministério de Jesus começa com o seu batismo no rio Jordão por João Batista, exato ponto onde inicia o livro. Como foi o ato? Qual a datação do evento? Qual o contexto político? Essas e outras perguntas tentam ser respondidas. É um percurso pela história de Cristo a partir de sua visão humana.

Jesus
A expressão “Filho do homem” permaneceu reservada a Jesus, mas a nova visão da unidade de ser de Deus e do homem, que ali se exprime, atravessa todo o Novo Testamento e marca-o. É desta nova humanidade que vem de Deus que se trata no seguimento de Jesus Cristo e que apresenta a obra. Destaca-se o uso do extenso testemunho dos Evangelhos sinóticos (São Mateus, São Marcos e São Lucas) e apenas ocasionalmente lançamos um olhar para o Evangelho de São João. Somente depois de 2/3 da obra escrita que se volta a atenção para a imagem de Jesus, em muitos aspectos totalmente diferente, que aparece no quarto Evangelho.

A obra Jesus de Nazaré faz parte de uma sequência de livros (que abordaremos em outras oportunidades) que falam de Jesus. A leitura não é fácil. Os escritos de Ratzinger têm como característica a erudição na escrita, mas com paciência e a ajuda de um dicionário, a leitura pode se mostrar agradável e boa.

FICHA TÉCNICA
Título: Jesus de Nazaré: primeira parte: do batismo no Jordão à transfiguração
Título Original do alemão: Jesus von Nazareth
Autor: Joseph Ratzinger (Bento XVI)
Tradução: José Jacinto Ferreira de Freitas
Editora: Planeta
Ano: 2007
Páginas: 330

Um comentário em “Resenha: Jesus de Nazaré, de Joseph Ratzinger

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s